CARTA AO DIÁRIO POPULAR

Postado em

CARTA AO DIÁRIO POPULAR

jornal

Rio Grande(RS), 07 de outubro de 1979.

 

Ilmo. Sr. Clayr Lobo Rochefort

Diretor do Diário Popular

 

Prezado Senhor,

 

É com profunda e sincera humildade que ouso escrever para esse magnífico jornal, mais particularmente para a sua ilustre pessoa, representando o Diário Popular. Humildade esta que exprimo através de minhas poesias: poucas, porém reais, verificas, humanas e feitas com muito amor.

 

Gostaria de transmitir, com sua permissão, tudo o que sinto e penso, através dessas mensagens, aos leitores assíduos desse informativo, o qual o senhor é responsável.

 

Meu humilde pedido seria que seu jornal fosse:

– como um elo que liga correntes, sendo que uma das partes da corrente seria minha poesia e a outra seria  leitor;

– como uma ponte a qual liga duas margens opostas, sendo que em uma das margens, minhas poesias ali estariam e na outra margem, os leitores com ansiedade esperariam para lê-las;

– como a brisa mansa que tremula a flor fazendo com que caia o pólen multiplicador;

– como o vento forte que faz com que as águas do mar tornem-se bravias, chocando-se contra os rochedos;

– como um sorriso amigo;

– como uma mão amiga transmitindo muito amor.

Peço-lhe desculpas por ter estendido tanto meu pedido, mas meu interior é como um vulcão prestes a explodir e lançar suas chamas; basta para mim ter uma folha de papel, caneta e o tema a ser desenvolvido.

 

Em síntese, adoraria ser uma das privilegiadas de poder escrever poesias para o Diário Popular Dominical ou em qualquer dia da semana que o senhor preferir.

 

Vou desde já agradecendo, pois nos minutos perdidos nesta leitura, muitas manchetes sensacionais podem estar sendo deixadas de lado por alguns instantes, ocasionando um atraso na edição.

Sendo este o objetivo da presente, subscrevo-me,

 

Atenciosamente,

 

Simone Possas

NOTA DA AUTORA:

116513[1]

– Carta escrita em 07/10/1979 com meus inexperientes 17 aninhos de vida.

– Carta nunca enviada. Ainda bem que tive um instante de lucidez e não enviei.  Coisa de criança! kkkk

carta não enviada

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s